Padrão

Da Rede Nacional de Formação

A partir do dia 4 de maio, aproximadamente 470 monitor@s-bolsistas de todas as regiões do Brasil terão acesso à segunda fase da formação do Programa Telecentros.BR, que consiste em um leque de possibilidades e caminhos para a produção de projetos comunitários.

A Rede Nacional de Formação para Inclusão Digital inovou a navegação do curso, disponibilizando conteúdos de comunicação comunitária, comunidade, cultura digital, inclusão digital, redes e telecentros, todos interligados a uma sala central.

Depois de passar pela Ambientação e pelo Voo Rasante, os monitor@s vão dar início à realização de projetos que beneficiem sua comunidade. O projeto comunitário consiste numa atividade que 1) envolva a comunidade e o telecentro, 2) não seja uma programação pré-existente do telecentro, 3) seja gratuita e 4) tenha um registro público online.

Ao todo, mais de 900 jovens estão matriculados no Moodle, a plataforma de ensino à distância utilizada pela Rede.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s