Prefeitura de Fortaleza abre inscrições para cursos gratuitos na área de tecnologia

Padrão

A Prefeitura de Fortaleza, por meio da Fundação de Ciência,Tecnologia e Inovação de Fortaleza (Citinova), anuncia a programação da Casa da Cultura Digital para janeiro e fevereiro. Sob a curadoria/coordenação de Eric Barbosa, a Casa inicia uma série de atividades que integratecnologiam o Percurso de Formação em Arte e Cultura Digital. Todas são gratuitas e abertas ao público.

As inscrições para o curso e a oficina serão feitas de forma presencial, no endereço da casa – Rua dos Pacajus, 56, Praia de Iracema. Para as demais atividades, não é preciso fazer cadastro.

1 – Curso de Criação de APPs para Android
Horário: 14h às 17h
Datas: 26/01, 28/01, 02/02 e 04/02
Dias: Terça-feira e quinta-feira
Instrutor: Maurílio Bandeira (Ênfase Digital / Incubadora Casa da Cultura Digital)
A Oficina de Criação de APPs para Android oferta conhecimentos básicos de codificação, programação e os possíveis campos de atuação para os alunos em áreas de interesse comercial, artístico, social e corporativo.

2 – Laboratório-Oficina Criação e Customização de Pedais e Efeitos Sonoros
Residência Artística em Cultura Digital
Horário: 14 às 19 horas
Datas: 26/01 e 02/02
Dias: Terça-feira
Instrutor: Eric Barbosa
Criação e customização de pedais e efeitos analógicos sonoros, abordando conceitos tecnológicos e musicais na construção de efeitos sonoros customizados (com características, particularidades e timbres próprios)

3 – Encontro Terça-Hacker
Horário: 18 às 20 horas
Data: 02/02
Dia: Terça-feira
O projeto é desenvolvido por Daniel Almeida Chagas, integrante do grupo ForHacker e promove encontros de robótica, arte computacional, programação, hackeologia e desenvolvimento em cultura e arte digital para estudantes, artistas, pesquisadores, hackerativistas e comunidade em geral

4 – Experimental Live Sessions
Horário: 17h30 às 19:30h
Data: 03/02
Dia: Quarta-feira
Entrada Gratuita
Projeto de residência artística que tem por objetivo integrar coletivamente videomakers, ilustradores, bandas, músicos, hackers e artistas visuais ou digitais, entre outros protagonistas de diversas matrizes. O projeto nasceu na cidade de São Paulo (SP), ocupando espaços públicos que possuem conotações e memória histórica. Em Fortaleza, tem a Casa da Cultura Digital como sede/ponto de encontro que promove semanalmente encontros em cultura e arte digital.

5 – Campanha Gambiarra Tecnológica Solidária
Projeto de arrecadação de materiais eletroeletrônicos obsoletos e reapropriação tecnológica. Tem como objetivo ensinar a sociedade a aproveitar melhor a tecnologia, utilizando-a para diversos fins. Parte da arrecadação será utilizada em cursos de formação livre na área de cultura e arte digital, adotando princípios de metareciclagem, ecologia, sustentabilidade e economia criativa. Estes cursos serão realizados na Casa da Cultura Digital e promovidos por desenvolvedores, pesquisadores e adeptos da cultura hacker.
A campanha recebe equipamentos como televisor, rádio-relógio, telefone celular, videogame, computador, estabilizador e afins e aceita doações até 16 de março de 2016

Fonte: Tribuna do Ceara

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s